Papa pede fim do círculo vicioso da pobreza

O Papa Francisco pediu nesta quarta-feira (3) às autoridades de todo o mundo que se comprometam a criar uma nova ordem social para quebrar o círculo vicioso da família e da pobreza que afeta muitos países.

Ao fazer o pedido durante a audiência geral na Praça de São Pedro, Francisco lamentou o sistema econômico vigente que se especializou no gozo dos bens individuais, e que explora amplamente os laços familiares.

O pontífice falou aos milhares de peregrinos que participaram da audiência sobre a pobreza que assola muitas famílias nas periferias das grandes cidades e em algumas áreas rurais, onde é exacerbada pela guerra, mãe de todas as pobrezas, predatória de vidas, almas e afetos mais queridos, acrescentou. A pobreza coloca à prova a família e a torna mais vulnerável, disse ele.

Muitas famílias tentam viver com dignidade, contando com a bênção de Deus, tornando-se assim uma verdadeira escola de humanidade para salvar a sociedade da barbárie, reconheceu.

Mas este reconhecimento não dispensa-nos de nossa obrigação de assegurar, através de oração e ação, que não falte a ninguém pão, trabalho, educação e saúde, insistiu.

A Igreja mãe não deve nunca se esquecer este drama de seus filhos. Ela também é chamada a ser pobre, praticando a simplicidade em suas vidas, para que se torne fértil e capaz de responder a tal miséria, disse ele.

Peço a Deus que sustente as famílias submetidas à prova da pobreza, para que elas possam permanecer no mundo sendo lugar de acolhida e escola de verdadeira humanidade. Que Deus os abençoe, concluiu.

AFP

fonte: Dom Total.